ARQUITETOS EM DESTAQUE

Neri Oxman: Inovação e Interdisciplinariedade na Arquitetura

 

Neri Oxman é uma arquiteta e pesquisadora que trabalha com projetos experimentais na construção. Unindo arte e arquitetura com design, biologia, computação e engenharia de materiais, Oxman combina avanços na ciência dos materiais (como impressão em 3D) com princípios de design encontrados na natureza, de forma sistêmica e interconectada. Em 2017, seu grupo de pesquisa publicou um artigo que apresenta a “Plataforma de Construção Digital”, um braço robótico que pode usar técnicas de impressão em 3D para construir estruturas em grande escala de maneira fácil e rápida.

 

Oxman transcende os limites entre arte, ciência e ambientalismo. Ela fez doutorado em computação de design no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), onde cunhou o termo “Material Ecology” para descrever sua área de pesquisa interdisciplinar. Antes do MIT, ela obteve o diploma da Architectural Association School of Architecture, depois de cursar a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Technion Israel Institute of Technology e o Departamento de Ciências Médicas da Universidade Hebraica de Jerusalém.

 

A arquiteta está presente na lista da ICON dos 20 arquitetos mais influentes para moldar o futuro, e foi selecionada como uma das 100 personalidades mais criativas pela revista Fast Company em 2009. Ela foi nomeada “Mente Revolucionária” pela SEED Magazine e em 2014 ganhou o Prêmio Vilcek em Design, o Prêmio Carnegie’s Pride of America e Boston Society of Architects Women in Design Award. O trabalho de Oxman está incluído em diversas coleções permanentes de museus ao redor do globo, como o Museu de Arte Moderna (MoMA), o Museu de Arte Moderna de São Francisco (SFMOMA), e o Centro Georges Pompidou, em Paris.

 

Tendo ingressado na arquitetura em seus 30 anos, após dedicar três anos à Força Aérea israelense e posteriormente algum tempo na faculdade de Medicina, Oxman recorda: “Levei muitos anos estudando, mas senti que finalmente encontrei minha casa. Então eu sempre digo aos meus alunos: pegue o caminho longo. Não há erros. É a rota cênica – é aí que toda a maravilha acontece. É somente através do trabalho árduo e da autoconsciência que podemos realmente incorporar nossa identidade.”

 

Por Carla Pacheco, arquiteta e urbanista

 

Veja mais histórias de arquitetas e urbanistas brasileiras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Arquiteto Washington Fajardo vai atuar na Divisão de Habitação e Desenvolvimento Urbano do BID

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Arquitetura Modernista: New York Times indica Brasília como um dos melhores lugares para visitar 2024

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Conheça os profissionais premiados pelo CAU Brasil no Dia do Arquiteto e Urbanista 2023

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Autor da Lei da ATHIS, arquiteto Zezéu Ribeiro ganha homenagem póstuma na Câmara Federal

Pular para o conteúdo