CAU/UF

Nova Agenda Urbana: CAU/AM debate planejamento com prefeitos do Amazonas

O CAU/AM participou do Encontro Amazonense de Novos Gestores, o primeiro da entidade em 2017, promovido pela Associação Amazonense de Municípios (AAM), o evento ocorreu no Centro de Convenções do Amazonas – Vasco Vasques. Na oportunidade, o CAU/AM oficializou a entrega da Carta Compromisso da Nova Agenda Urbana aos prefeitos eleitos no interior do Amazonas. A carta apresenta três grandes fundamentos: governança metropolitana, planejamento urbano e o monitoramento de metas.

 

 

A ação faz parte de uma parceria com a Associação Amazonense de Municípios (AAM), firmada pelo CAU/AM em janeiro de 2017 para informar prefeitos da responsabilidade com o plano diretor e o planejamento urbano – um pacto pela qualidade de vida das cidades. Através do compromisso firmado com o CAU/AM, o secretário de Planejamento do Município de Canutama, a 615.74 km de distância de Manaus, começará a elaborar o Plano Diretor da Cidade. “A intenção agora no município é a criação do plano diretor, para assim, possibilitarmos uma melhora na infraestrutura da cidade”, afirma o secretário, arquiteto e urbanista Lucas Amorim. 

 

Os principais pontos da Nova Agenda Urbana:

 

– Priorizar o pedestre, criando condições para que as pessoas utilizem as ruas e se sintam seguras;

– Tornar nossas cidades socialmente inclusivas, oferecendo mais oportunidades de interação social e de crescimento pessoal e coletivo, e promovendo espaços para todos os segmentos e faixas etárias, eliminando formas de segregação e exclusão física ou espacial;

– Priorizar empreendimentos habitacionais para população de baixa renda;

– Adotar o modelo de cidade ambiental e socialmente sustentável, incentivando a arborização urbana, estimulando a eficiência energética, o baixo consumo de carbono, a crescente substituição por fontes de energia renováveis e a reutilização dos resíduos;

– Promover a preservação da memória paisagística, urbanística e arquitetônica da cidade;

– Associar mobilidade e território, gerando uma rede de transporte público articulada, de forma a gerar mais densidade, mas com qualidade e diversidade de usos;

– Devem considerar a confecção de editais consistentes como base essencial para a realização de licitações de obras públicas a serem implementadas obrigatoriamente apenas após a elaboração prévia de projetos completos de Arquitetura e Urbanismo;

– Adotar o critério da melhor técnica no julgamento de licitaçõe

s para projetos de Arquitetura e Urbanismo para obras públicas;

– Disponibilizar informações com total transparência e utilizar intensamente boas práticas de comunicação social;

– Investimentos em bancos de dados espacializados que possibilitem informação em tempo real;

 

Saiba mais em www.caubr.gov.br/prefeitos

 

Galeria de fotos: 

 

 

 

 

 

Fonte: CAU/AM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CIDADES

Iniciadas Convocações para a 6ª Conferência Nacional das Cidades

CIDADES

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul seleciona profissional de Arquitetura

CAU/UF

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RN anuncia concurso público para níveis médio e superior

CIDADES

CAU Brasil elogia regulamentação da Lei Padre Júlio Lancellotti mas lamenta que mídia siga relacionando-a com “arquitetura hostil”

Pular para o conteúdo