ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Novo Refis: Anuidades em atraso podem ser parceladas em até 25 meses

 

O prazo para adesão ao novo REFIS está acabando. Até o dia 31 de julho de 2019 ainda será possível refinanciar as anuidades em débito dos exercícios anteriores com condições facilitadas. Pelo REFIS, os profissionais e empresas em débito são contemplados com a isenção da multa de mora de 20%, além de poderem negociar os débitos em mais parcelas. Veja abaixo as condições:
 
  • Débito de 2 anuidades – Parcelamento em até 10x.
  • Débito de 3 anuidades – Parcelamento em até 15x.
  • Débito de 4 anuidades – Parcelamento em até 20x.
  • Débito de 5 ou mais anuidades – Parcelamento em até 25x.
 
Após o prazo estabelecido, os débitos de anuidades existentes poderão ser parcelados somente em até 5 (cinco) vezes, com todos os encargos, conforme as regras da Resolução CAU/BR Nº121/2016.
 
Para aderir ao REFIS e regularizar a sua atividade profissional, acesse o seu ambiente SICCAU com CPF e senha e localize a opção “Refinanciar Parcelas” em sua página principal.
 
Caso tenha alguma dificuldade, conte com o apoio da nossa Central de Atendimento, que atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h:
 

Chat: https://caubr.gov.br/atendimento
Telefones: 0800-883-0113 (ligações realizadas a partir de telefones fixos) e 4007-2613

 

Aproveite essa oportunidade para ficar em dia com o Conselho! 

125 respostas

  1. Prezados:
    Quero parcelar a anuidade deste ano que se encontra em atraso. Tenho que deixar ela acumular com a do ano que vem para ser merecedor do parcelamento?

    1. Eneias, as Anuidades de 2018 também podem ser parceladas em até cinco vezes, confirme informado acima. Por favor entre em contato com a nossa Central de Atendimento:

      Chat: https://caubr.gov.br/atendimento
      Telefones: 0800-883-0113 (ligações realizadas a partir de telefones fixos) e 4007-2613

  2. Até quando teremos que pagar anuidade? Não tem sentido, já pagamos por rrt. Isto é uma expropriação !! Um gasto a mais pra quem trabalha neste país já tão combalido pelas cuts da vida.Se
    O diploma e o mesmo, porque ter anuidade? Se vcs não tem capacidade de se manterem com os valores das rrts o problema não é nosso. Vcs não contribuem com nada de positivo.

    1. Concordo! Seria a mesma coisa que um Cirurgião pagasse por cada cirurgia que faz…
      É burocrático, caro e exaustivo. Falo Isso a anos…
      Realmente não vejo benefício algum em fazer parte de um conselho que não pensa novo

    2. Numa conta rápida, se vc emitir no mínimo 4 rrts/mês são 366,00. Nessa média, em doze meses dá um total de $4.392,00 ( de um profissional ). E dependendo das circunstâncias, a média mensal pode ser maior. Agora multiplica esse valor pelo número de profissionais atuantes… Podemos ter uma variação no número mensal, mas com certeza ele é bem elevado… E se queremos transparência, porque não informar de maneira geral, quantas rrts foram emitidas por mês?
      E ainda temos que pagar a anuidade…. Legal né!!!

      1. Maurício, os recursos obtidos e sua aplicação podem ser conferidos nos Portais de Transparência do CAU/BR e dos CAU/UF, basta acessar os respectivos sites e clicar na aba “transparência”. Esse trabalho, inclusive, foi considerado como referência nacional pelo Tribunal de Contas da União (TCU), conforme escrito no Acórdão AC-0096-02/16-P do TCU, de 27/01/16:

        “ACORDAM os ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão Plenária, ante as razões expostas pelo relator, com fundamento no art. 43, I, da Lei 8.443/1992 c/c o art. 250, II, do Regimento Interno do TCU, em: (…) 9.5. dar ciência aos conselhos federais da boa prática observada no Conselho dos Arquitetos do Brasil (CAU/BR), o qual implantou em sua estrutura organizacional um serviço para atendimento das necessidades comuns dos demais Conselhos Regionais de Arquitetura e Urbanismo, compartilhando os serviços para criação, disponibilização e manutenção de estrutura de TI capaz de atender à LAI, de modo a tornar viável, de forma eficiente e econômica, a divulgação das informações, mediante a divisão de custos (item III.17 do relatório)”.

        Saiba mais em https://caubr.gov.br/caubr-e-referencia-de-boas-praticas-pelo-tcu-e-lanca-novo-portal-da-transparencia/

    1. Mesmo em atraso o CAU permite que vc emita RRTs. Ou vc achou que eles iriam deixar de arrecadar rsrsrs? Agora tenta tirar qualquer tipo de certidão…Aí sim, bloqueado!

  3. Bom dia! Gostaria da seguinte informação:

    Para uma anuidade parcelada em 25x, qual a taxa de juros aplicada? Ou melhor, simplificando, qual o valor exato de uma parcela das 25?

    Isso, para um profissional em atividade já há 10 anos, ou seja, não um recém formado e não um com tempo máximo de atividade (que são as categorias de valores diferenciados, ou melhor, de anuidades de menor valor).

    É uma resposta bem simples, não vejo a necessidade de eu procurar a central de atendimento do CAU. Podem responder aqui!

    Aguardo, obrigada

  4. Bom dia, resido em Portugal, existe um e-mail de atendimento para tratar do parcelamento?

  5. Infelizmente a realidade para muitos profissionais em várias áreas, passam por momentos difíceis. Os conselhos deveriam ficar alerta para essa situação, que não é nova em nosso país, na década de 80 foi assim, a de 90 em partes a de 2000 idem e tivemos alguns anos de calmaria, mas o Brasil e instável, e os conselhos sabem disso, depois que o profissional fica desempregado, e as prioridades são outras, o pagamento mensal de qualquer coisa já não é prioridade, assim o profissional deveria ter acesso ao conselho , via online e imediatamente, “congelar ou interromper” o seu vinculo com o conselho, até voltar ao mercado de trabalho.Ter um desconto na divida, se tiver e automaticamente ser “congelado” no conselho, ao voltar pagasse uma taxa e volta a pagar a mensalidade conforme os messes do ano faltante. Isso deve ser muito rápido sem constrangimento (online), sem burocracia e apertando um botão. Para o profissional , tenha certeza que ele gostaria de estar pagando em dia sua mensalidade tendo sua carteira do conselho que custou 5 anos de sua vida com muito suor.

  6. Parabéns aos conselheiros por nos dar essa oportunidade!

    Na matéria não indicou em qual período poderemos aderir ao Novo REFIS.

    Obrigado.

  7. Atenção, Arquitetos. Somos uma Classe esclarecida, ou pelo menos, deveríamos ser. Pagar Anuidade, no caso de quem já contribue com a RRT é um verdadeiro ABUSO. Deveriam nos retornar um percentual da RRT, a ser definido em Assembleia. Deve haver algum Arquiteto, que seja chegado em um político e elaborar junto com ele uma revogação da Lei 12.378/2010 e criar uma devolução em percentual por RRT emitida, para o Profissional, extensivo às Prefeituras e outros Órgãos

  8. Solicito aqui por esta via;
    Qual valor acumulado em atraso, estou em dia mas por curiosidade, para meu estado de santa catarina,
    e quantos profissionais estão em atraso?
    Em que é investido destes valores acumulado desde a tal independência do CREA-SC.

  9. Ao fazer um RRT, percebi informação de que recebi multa por não votar na última eleição.
    Gostaria saber de quanto é essa multa? É cumulativa? É como numa eleição para o governo, por exemplo?
    É um valor fixo, sem correções?

  10. Formei em 1997 e viajei para o exterior. Praticamente não exerci minha profissão. Agora estou de volta e gostaria de, finalmente, poder exercer minha profissão. São praticamente 21 anos sem trabalhar como arquiteta.
    O que devo fazer para recomeçar/começar a pagar minha RRT? Terei que pagar as RRTs de todos esses anos?

  11. O que me impressionou é que nada aqui foi respondido pelo CAU e todos os comentários foram direcionados para a Central de Atendimento seria para não deixar nada registrado por escrito?

    1. Concordo com você, Gabriel.
      Qual seria a finalidade de abrir espaço, senão a de compartilhar as dúvidas dos profissionais e as respectivas respostas do CAU, para que o próximo leitor não necessite ficar com a mesma dúvida e outras mais, e ainda ter que entrar em contato com a central de atendimento?
      Essa resposta automática desestimula qualquer um de colocar qualquer dúvida, comentários ou recomendações aqui!

    2. Exatamente! Mais fácil deixar essa mensagem genérica logo na página inicial do portal e, assim, não nos daríamos ao trabalho ( e perda de tempo) de elaborar um texto com a devida dúvida. É lastimável.

      1. Patricia, os contatos da Central de Atendimento são a primeira informação que consta do nosso site, acima da logomarca do CAU/BR.

  12. Posto Ipiranga

    As paginas de duvidas dos CAU parecem com os comerciais do posto Ipiranga.

  13. Tranparência.

    Exijo que os meus cometários sejam publicados nas paginas onde foram postados, o CAU tem por obrigação a sua publicação. Onde estar a transparência que o CAU sempre exibe como bandeira de sua administração.

    Não estou pedindo, estou exigindo.

  14. Transparência.

    Exijo novamente que todas as minhas postagens sejam publicadas, não apenas algumas, dando a impressão de cometários soltos sem nexos, cujo objetivo é denegrir a imagem do profissional que as postou. Todos os comentários. Sejam transparentes e honestos com quem mantém este conselho financeiramente.

  15. O valor de anuidade só deve ser cobrado dos profissionais que emitirem RRT, caso não gerassem nenhum orçamento anual devem ser isentos do pagamento de anuidade do CAU. Hoje o CAU nem avisa o profissional com anuidade em atraso e sem emissão de RRT a possibilidade de se fazer um pedido de cancelamento de pagamento de anuidade quando não estviver exercendo a profissão. Eu por exemplo desconhecia esta opção, fiquei alguns anos sem emitir RRT e tenho anuidades em atraso.

    1. Olá Elizabeth! Tb sou Arquiteta e não sabia dessa informação. Você sabe como podemos pedir para estornarem essas anuidades ou pedirmos isenção das mesmas em que não emitimos RRT´S?

      1. Para profissionais que precisam requerer a “interrupção de registro” no CAU, a Lei 12.378/2010 prevê “interrupção”, “suspensão” ou “cancelamento” de registro profissional, conforme estabelece a Resolução n° 18 do CAU/BR. O pedido é totalmente online, pela aba “Protocolos/Cadastrar Protocolo” via SICCAU. A Resolução n° 18 do CAU/BR, define as condições para interrupção de registro aos profissionais que, temporariamente, não pretendem exercer a profissão:

        Esteja em dia com suas obrigações perante o CAU, inclusive as referentes ao ano do requerimento;
        Não ocupe cargo ou emprego para o qual é exigida a formação de arquiteto e urbanista ou para cujo concurso fosse necessário o título de arquiteto e urbanista;
        Não tenha autuação em processo de infração tramitando no CAU do Estado ou CAU/BR, ou aos dispositivos do Código de Ética e Disciplina ou da Lei 12.378/2010.

        Quando disponível no SICCAU, o requerimento será instruído com os seguintes documentos:

        Declaração de que não exercerá a atividade na área de sua formação profissional durante a interrupção do registro;
        Comprovação de baixa ou da inexistência de Registro de responsabilidade Técnica (RRT) referentes a serviços executados ou em execução, registrados no CAU.

        Os documentos serão então encaminhados para análise do CAU de seu estado. A interrupção solicitada tem prazo indeterminado e a reativação depende de solicitação do profissional, que pode requerê-la a qualquer momento.

    2. Elizabeth como conseguiu fazer isso? Pode me orientar? Já vi que o jeito para o CAU é denuncias ao Ministério Publico pra ver se conseguem dar uma solução pra esse Conselho que só veio piorar ainda mais a nossa situação.

    3. Oi Elizabeth, vc tem certeza sobre essa informação? Não fui inscrita no CAU e não tinha conhecimento que houve a transferência automática do CREA para o Cau. Recebi depois de 5 anos a cobrança. Como pode, o Conselho só entrou em contato para fazer cobrança de 6 anos de anuidade. Porque não entraram antes? para eu poder ter cancelado, foi proposital para prejudicar os próprios profissionais que eles representam. Como podem falar em ética.Lutaram tanto para ter um conselho próprio, mas pelo jeito é só para fazer o que sempre criticaram no CREA “PODER”. Pior que ajudei muito na campanha desse povo que está ai. DECEPCÂO!

  16. Como faço para pedir isenção das taxas de anuidade que paguei ao longo dos anos sem ao menos exercer a profissão ou por simplesmente estar desempregada?

  17. Boa tarde,
    Nunca emiti uma RRT sequer, nunca tive minha carteira de trabalho assinada como “Arquiteta”, assim como nunca utilizei meu CAU para fins profissionais… Mesmo assim paguei algumas anuidades e outras não paguei por estar desempregada!
    Exijo meus direitos, quero ser ressarcida desses valores e ser isenta dessas anuidades cobradas indevidamente, visto que não gero custo algum ao Conselho, e muito menos faço uso do mesmo…

    Desde já agradeço.

    1. Bom dia Danielli, como procedeu ?? Estou querendo entrar na justiça, visto que o “conselho” NÃO entende e NÃO atende, as necessidades especificas e individuais/particulares de cada um. Aguardo seu contato: arquiteto . ro cha @ gmail . com

    2. Danielli, se você não está atuando com Arquitetura e Urbanismo, o primeiro passo é solicitar a Interrupção do registro para não gerar MAIS dívida. Pode ser feita através de protocolo no SICCAU ou através do atendimento do CAU do seu estado.

  18. Gente o CAU, desde que começou nunca fez nada pelos Arquitetos! Eu sempre assisti a cursos e palestras administradas pelo CREA totalmente grátis. O CAU não nos oferece nada! Só fica tirando dinheiro de quem está desempregado. Por estar desempregada, e não ter pago anuidade que nunca atrasei em 17 anos de formada, estão me cobrando juros altíssimos. Até corretor de imóveis tem vários cursos gratuitos, pois se pagam anuidade, tem direito de fazer cursos de perícias e outros que no mercado tradicional custam caro, e a anuidade deles é o mesmo valor da nossa. Sei porque conheço profissionais da área.

    1. Rosane, O CAU/BR e os CAU/UF existem desde 2011, tendo criado o SICCAU, Tabela de Honorários, Código de Ética, Resolução sobre Direitos Autorais, Resolução sobre Atividades Privativas de Arquitetos e Urbanistas, Site Ache um Arquiteto, desenvolveu campanhas nacionais de valorização profissional e têm lutado no Congresso Nacional pelo planejamento correto de nossas cidades, entre outras ações. O CAU/BR promove ainda diversas ações objetivando a valorização da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil, por meio de campanhas publicitárias, diálogo institucional com o Governo Federal e Congresso Nacional, eventos nacionais e agora também ações de apoio à Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social.

      Além disso, o CAU/BR tem promovido diversas campanhas nacionais e de grande alcance pela valorização profissional. O programa Arquitetura para a Vida, produzido pelo CAU/BR, é transmitido três vezes por semana, em rede nacional, por 39 emissoras de rádio espalhadas em 20 estados brasileiros. Ou seja, serão repetidos 26 vezes por 39 emissoras, totalizando 1.014 inserções no rádio brasileiro.
      https://caubr.gov.br/arquitetura-para-vida-programa-do-cau-br-impacta-242-000-pessoas-em-todo-brasil/

      Em dezembro, a campanha do Dia do Arquiteto foi vista por mais de 122 milhões de pessoas. A campanha do Dia do Arquiteto é realizada todos os anos desde 2013, sempre em TV aberta, rádio, jornais, internet e mobiliário urbano. Saiba mais em https://caubr.gov.br/campanha-do-dia-do-arquiteto-sera-vista-por-122-milhoes-de-telespectadores/

      Os CAU/UF realizam ainda ações de fiscalização, de apoio às prefeituras e orientação dos profissionais recém-formados. Existem ainda uma série de benefícios, como planos de saúde, desconto em softwares BIM e financiamento de projetos. Você pode conferir todos em https://caubr.gov.br/indice-beneficios/

      Lembramos que o CAU é de todos os arquitetos e urbanistas. Caso tenha alguma dúvida, por favor entre em contato com a nossa Central de Atendimento:

      Chat: https://caubr.gov.br/atendimento
      Telefones: 0800-883-0113 (ligações realizadas a partir de telefones fixos) e 4007-2613

  19. Ola,

    Vou negociar as anuidades durante o período aue estive trabalhando, mas não concordo em pagar a anuidade de 2018.

    Tenho como provar em carteira a ausência de registro.

    Como proceder, aguardo uma solucao para que eu possa pagar as outras anuidades, não concordo em pagar apenas a de 2018.
    Onde não exerci a profissão.

    obrigada

  20. Mesmo querendo negociar o Conselho não apresenta sequer um desconto para regularizar nossa situação. Entrei no chat e solicitei informações para desconto em pagamento à vista, e recebi a seca resposta “não há desconto para pagamento à vista”. Como assim? Até bancos dão descontos enormes para pagamento de dívidas. Resumo: vou ter que despencar para o centro da cidade para resolver pessoalmente!

    1. Desculpe-me, mas fico feliz em saber que há juros para anuidades atrasadas. Afinal, sempre paguei em dia e esta notícia sobre facilitação do pagamento de anuidades atrasadas quase me fez pensar que compensa atrasar o pagamento. Não seria justo com quem paga em dia.

  21. Hoje está mais barato dever para Bancos do que atrasar anuidade do CAU. 3 anos sem conseguir trabalho como arquiteto e urbanista e ainda tendo custos!
    Você faz contato com o CAU e tudo que escuto é, Sua solicitação foi recusada! Absurdo os juros que cobram das anuidades atrasadas!!

    1. Desculpe-me, mas fico feliz em saber que há juros para anuidades atrasadas. Afinal, sempre paguei em dia e esta notícia sobre facilitação do pagamento de anuidades atrasadas quase me fez pensar que compensa atrasar o pagamento. Não seria justo com quem paga em dia.

  22. boa tarde! tenho 5 anos de atraso com a anuidade, por motivo q não pude exercer a minha profissão mesmo assim com uma defesa feita por escrito para o CAU-MS , não foi aceita minha defesa me obrigando a pagar a divida com juros e multa orbitante , ate na divida ativa já esta e sem exercer a profissão não sera fácil pagar esta divida.

  23. Fiz o parcelamento das anuidades pendentes em 25 vezes, baixei alguns boletos e já paguei duas parcelas em dia. Estou para a terceira, e tenho até o quinto boleto. Mas, não encontro onde está a negociação feita para baixar os demais boletos. inclusive as anuidades continuam registradas como pendentes, e abertas a parcelamento ao mesmo tempo em que já existe parcelamento feito e em cumprimento de parcelas. Parece que tem algo bastante errado nisso. Como resolver?

  24. HOJE 31 DE DEZEMBRO DE 2018 TENTEI PARCELAR A DIVIDA DAS ANUIDADES DA MINHA EMPRESA -UNGAR PROJETOS E CONSTRUÇÕES LTDA ,MAS EM CONTATO QUE DEVE ESTAR GRAVADO COM A ATENDENTE QUE ME FORNECEU 3 SENHAS NÃO CONSEGUI ENTRAR E REALIZAR O PARCELAMENTO.FIQUEI QUASE 40MINUTOS E DESISTI. VOLTEI DEPOIS DE 2 HORAS E NOVAMENTE NÃO CONSEGUI. LIGUEI NO TEL: 30145900 E APÓS VÁRIAS ETAPAS CONFORME SOLICITAÇÃO DA ATENDENTE GRAVADA O ACESSO MOSTRAVA OCUPADO.VOLTEI VÁRIAS VEZES E SEMPRE OCUPADO.
    PORTANTO SOLICITO ENVIAR UM BOLETO NO MEU EMAIL : [email protected] COM AS CONDIÇÕES ATÉ ESTA DATA DIVIDIDO EM 25 PARCELAS.
    EMPRESA: UNGAR PROJETOS E CONSTRUÇÕES LTDA
    CNPJ: 08.966.417/0001-15

  25. Lamentável! Não encontrei a opção de refinanciar parcelas. Tenho duas anuidades pendentes e no site só permite parcelar cada uma delas em 5x. De que adianta toda chamada do último dia se não é tão simples assim?!

  26. Boa noite. Moro no exterior desde 2009 e se n me engano o cau foi criada em 2011. O problema é q em 2014 qndo fui ao Brasil, descobri q devia 2 anuidades sem nem saber q tinha o titulo! Tentei pedir isencao sendo q tenho como provar q estive fora por td esse tempo mas minha impressao é de ninguem quer me ouvir( e so quer dinheiro!). Agora mais 5 anos de passaram e a cau quer q eu pague quase 5000 reais de anuidade sendo q so estive aí a passeio! Alguem pode me ajudar?

  27. O REFIS só se aplica a quem deve mais de uma anuidade, para quem só deve uma não há nenhum tipo de benefício, ou seja é melhor ficar devendo do que procurar manter as anuidades em dia. No meu caso que só tenho uma anuidade, tenho que pagar com juros e multa, se tivesse duas anuidades em atraso seria dispensado dos juros e multa. Isto é incoerente.

    1. Adriano, pelo REFIS, os profissionais e empresas em débito são contemplados com a isenção da multa de mora de 20%, mas os juros são cobrados. Destacamos que o prazo final do REFIS é 31 de julho. Pedimos que por favor entre em contato com a nossa Central de Atendimento:

      Chat: https://caubr.gov.br/atendimento
      Telefones: 0800-883-0113 (ligações realizadas a partir de telefones fixos) e 4007-2613

  28. São 18:20 horas.
    Estou tentando atendimento via chat, porém o mesmo não está disponível.
    mensagem a seguir:
    Atendimento Indisponível. Favor, retornar em nosso horário de atendimento. De segunda à sexta das 09:00h às 19:00h.

    Não tenho acesso a telefone fixo.
    Como fazer para entrar em contato ?

  29. Boa tarde,
    Desde 2016 estou fora do país e já protocolei a interrupção do meu CAU, porém devido a uma pendencia que foi sanada em 2017, essa interrupcão nunca foi finalizada. Já enviei email para [email protected] e para [email protected], porém sem resposta. Há semanas tento entrar no chat, mas este também não funciona. Como estou no exterior, não consigo ligar. Eu preciso que alguém responda aos meus emails e me ajude a sanar essas dividas indevidas.

    1. Oi Rodrigo tive o mesmo problema que você. Pedi a interrupção por estar morando fora do pais em 2015. Inclusive fui lá PESSOALMENTE pedir a interrupção, a moça só me falou que eu teria que voltar com meu passaporte ( pra provar que moro fora) e não me pediu documento nenhum. Depois me orientou que poderia ser feito pelo site. Eu fiz e dei como encerrado. Somente depois quando já estava morando fora do Brasil, eles me enviaram um email pedindo uma lista de documentos pra eu fechar meu CAU. Como eles lotam as caixas de e-mail com informativo, eu não vi o tal e-mail. Agora em 2019 chegou no apartamento dos meus pais a carta cobrando uma dívida de 3700 Reais,pelas anuidades desde 2015. Acho muito injusto. Gostaria de saber como você procedeu neste caso, se consultou algum advogado. Obrigada.

    2. Inclusive, na hora de solicitar pelo site a interrupção em 2015, NÃO houve notificação na interface do site que que eu teria que apresentar documentos. Eu achei que eles iriam receber a solicitação e interromper.
      Repito que fui pessoalmente pedir esta informação e me deram a informação errada, que eu deveria apresentar o passaporte (?) e isto, eu nem tenho como provar. Pra que serve um CONSELHO de arquitetura se eu fui lá no escritório deles pedir a informação e eles me dão a informação errada?

    1. Não, acabei de me informar no atendimento online. Estou devendo as anuidades de 2018 e 2109 mas não direito de aderir ao REFIS por considerarem que apenas uma anuidade em aberto, a de 218 pois a de 2019 é a do exercício vigente. Ou seja, quem deve mais tem benefícios que os que devem menos não tem. Um absurdo ao meu ver.

  30. Boa tarde profissionais da criação.
    Quem conseguiu pagar sempre corretamente que é o meu caso, glorifique a Deus por isto e vamos ajudar os nossos colegas que tiveram dificuldades em pagar a anuidade.Tenho 33 anos de formada e sei o quanto é difícil este pagamento,para uma instituição que deveria fazer mais para nós profissionais. Mas temos que agradece-la pois tem evoluído e isto é muito bom.

  31. peço que envie os boletos pra que eu possa efetuar pagamento, porem que não tenha confissão de divida, pois não concordo de forma alguma com esta cobrança, porem pagarei e recorrei
    meu email é este [email protected]

  32. Negociei as mensalidades de 2016,2017 e 2018 em um prazo longo, como co]nsta na proposta do refis. Estou com os pagamentos da negociação em dia e, mesmo assim, recebi uma correspondencia constrangedora com ameaça de processo administrativo para suspenção do meu registro. Entrando em contato via telefone fui informado que bastava eu entrar na área do proficional e clicar em ciente na notificação já que estava tudo em ordem. Para minha surpresa a notificação constante da área do profissional era de que “já estava” aberto o processo de suspenção e o termo de ciencia em questão dizia claramente que eu estava ciente do processo e concordava em pagar a divida em, no máximo, cinco parcelas. Muito triste receber um tratamento desse de uma instituição que deveria lutar pelos nossos interesses. Será que ainda vamos sentir saudades do CREA?

  33. Não consegui resolver a situação do meu refinanciamento devido ao CAU não dar possibilidade de estender o prazo do pagamento da primeira parcela para o próximo mês, o jeito é continuar devendo e quem sabe em uma negociação junto a justiça eles conseguem atender às reais necessidades dos seus cooperadores.
    Além do mais o CAU e O CREA deveriam pensar nos profissionais que atuam nas área de arquitetura e urbanismo e em engenharia, porque ficar pagando anuidades das duas instituições para executar o mesmo trabalho é mesmo complicado e muito oneroso. Quando se tem uma empresa então, aí nem se fala, são 4 anuidades muito dispendiosas para o exercício da profissão. Gostaria muito que fosse diferente. Não sou a favor da PEC 108/2019, porém se a atuação a favor dos profissionais não forem sentidas por nós cooperadores, muitos não farão questão de estarem a favor. Mobilizar os profissionais a favor é dar garantias que os Conselhos serão eficientes também na atuação e não somente nas cobranças. Participei dos 3 Congressos a nível local, regional e estadual do CREA e as propostas pouco discutiram a atuação ida e volta entre a instituição e o profissional. Trazer o profissional para junto das instituições é o melhor caminho para a valorização do profissional e isto se faz principalmente com cobranças mais adequadas a realidade que se apresenta hoje.

  34. Em 2016 descobri que o meu CREA tinha migrado automaticamente para o cau, ou seja tinha diversas anuidades em aberto sem nunca nem ter feito um login e sem exercer a profissão.
    Apenas em 2017 fui informada que poderia interromper o registro ou seja 5 anos de anuidades em aberto.
    É serio mesmo que é essa proposta imperdível de acertar esse divida, 25 parcelas com juros exorbitantes?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

  35. Devo 3 anuidades e não aparece na minha pagina pessoal a opção do Refis, somente uma intimação para eu pagar em 5 vezes sem direito a negociação da minha divida. Não emito uma RRt a mais de 4 anos e não gero custos para o cau a tempo! Estou fora do país e gostaria de saber como resolvo essa situação?

  36. A MIGRAÇÃO DO CREA PARA CAU ENQUANTO PESSOA FÍSICA FOI FEITA COM TODA ATENÇÃO E CUIDADO PELA ENTIDADE. PARA EMPRESAS SEQUER UMA NOTIFICAÇÃO FOI ENVIADA. PASSADOS 5 ANOS ANOS QUEREM COBRAR ATRASADOS!!!! ISSO É MUITA FALTA DE RESPEITO COM O PROFISSIONAL. SEQUER TENHO COMO FAZER LOGIN DA MINHA ANTIGA EMPRESA PARA AVERIGUAR O QUE EXATAMENTE ESTÃO ME COBRANDO. TENHO SÉRIAS CRÍTICAS AOS PROCEDIMENTOS DO CAU-RJ. NÃO VOU ENTUBAR ESSA COBRANÇA! CONSULTANDO AINDA HOJE UM ADVOGADO.

  37. Boa tarde!
    Devo duas anuidades e, após aceitar na tela inicial do SICCAU a abertura do processo para cobrança em caso de não quitação em 30 dias não encontrei no SICCAU o link do REFIS que estava anunciado no e-mail que motivou meu acesso ao sistema.

  38. Bom dia. Acabo de fazer o REFIS, porém os boletos para a impressão e pagamentos não aparecem, e a primeira parcela é hoje, 31 de julho. Como proceder, uma vez que no sistema não aparecem os boletos

  39. CAU é só decepção, só servem pra cobrar os profissionais. Infelizmente no nosso pais ainda é obrigatório pertencer a conselhos de classe para exercer sua profissão.

    1. Marco, destacamos que autorregulação da profissão de arquiteto e urbanista existe na maior parte dos países do mundo, com organizações como AIA, RIBA e muitas outras. o CAU/BR e os CAU/UF existem desde 2011, tendo criado o SICCAU, Tabela de Honorários, Código de Ética, Resolução sobre Direitos Autorais, Resolução sobre Atividades Privativas de Arquitetos e Urbanistas, Site Ache um Arquiteto, desenvolveu campanhas nacionais de valorização profissional e têm lutado no Congresso Nacional pelo planejamento correto de nossas cidades, entre outras ações. O CAU/BR promove ainda diversas ações objetivando a valorização da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil, por meio de campanhas publicitárias, diálogo institucional com o Governo Federal e Congresso Nacional, eventos nacionais e agora também ações de apoio à Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social.

      Os CAU/UF destinam 2% de seus orçamentos para apoiar projetos de Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social em todo o Brasil. Como esse financiamento, arquitetos e urbanistas têm resgatado um direito fundamental do cidadão. Assim como saúde e educação, trata-se da qualidade de vida da população, garantida pela Lei 11.888/2008. Saiba mais em https://caubr.gov.br/athis

      Informamos ainda que o CAU/BR possui uma intensa atuação junto ao Congresso Nacional, com acompanhamento diário dos projetos de lei em tramitação e diálogo permanente com deputados e senadores. Todos os anos, o CAU/BR realiza um Seminário Legislativo de Arquitetura e Urbanismo em Brasília, com a participação de arquitetos e parlamentares. Veja em http://www.caubr.gov.br/seminariolegislativo

      Além disso, o CAU/BR tem promovido diversas campanhas nacionais e de grande alcance pela valorização profissional. O programa Arquitetura para a Vida, produzido pelo CAU/BR, foi transmitido três vezes por semana, em rede nacional. Veja em https://bit.ly/2IH8YRY

      Em dezembro, a campanha do Dia do Arquiteto foi vista por mais de 100 milhões de pessoas. A campanha do Dia do Arquiteto é realizada todos os anos desde 2013, sempre em TV aberta, rádio, jornais, internet e mobiliário urbano. Saiba mais em https://bit.ly/2SlgW3F

      Essas ações de valorização da profissão tem ajudado o crescimento do mercado de Arquitetura e Urbanismo do Brasil. Em 2018, os profissionais registrados no CAU realizaram 5,4% mais atividades que no ano anterior. Os estados que mais contribuíram para o crescimento do mercado foram São Paulo – 9% mais atividades – e Santa Catarina – 7% mais atividades.

      Destaque-se o crescimento cada vez maior das atividades ligadas à Execução de Obras: houve um crescimento de 6,3% em 2018 – o que representa 30.000 execuções de obras a mais que no ano anterior. Em 2017, esse tipo de atividade também cresceu mais que 6% – o dobro da média nacional naquele ano.

      Confira essas e muitas outras informações no Anuário de Arquitetura e Urbanismo 2019.

      https://caubr.gov.br/anuario2019/

      Os CAU/UF realizam ainda ações de fiscalização, de apoio às prefeituras e orientação dos profissionais recém-formados. Existem ainda uma série de benefícios, como planos de saúde, desconto em softwares BIM e financiamento de projetos. Você pode conferir todos em https://caubr.gov.br/indice-beneficios/

      Lembramos que o CAU é de todos os arquitetos e urbanistas. Caso tenha alguma dúvida, por favor entre em contato com a nossa Central de Atendimento:

      Chat: https://caubr.gov.br/atendimento
      Telefones: 0800-883-0113 e 4007-2613

    2. os benefícios citados são para poucos locais. Infelizmente não nos protegem ainda dos maus profissionais e maus colegas.

  40. Como estava em débito com as anuidades de 2018 e 2019, tentei fazer o REFIS. Em primeiro lugar, me informaram, que 2019 não poderia ser considerada, para me dar direito ao refinanciamento, porque ainda estamos no corrente ano. OK, aceitei. Mas ao ir fazendo a de 2018, escolhendo a opção, 5 vezes, como me explicaram, deveria abrir uma janela para o refis, o que não ocorreu e acabaram dividindo o débito em 5 vezes mas com a multa. Hoje a ligar, fui informado que não teria direito ao refis, porque “só” devia uma anuidade. Se isso for verdade, então pergunto aos senhores, se estou sendo punido ter só ter um ano em atraso?? Não tenho direito a não pagar a multa?? Considerando o débito de 2018 com multa,em apenas 5 X, mais o de 2019 (também em 5 X), que eu também gostaria de acertar, fica muito difícil neste país em crise, especialmente para nós que tentamos atuar na construção civil. Só conseguirei acertar a anuidade de 2018. Será que devo esperar mais um ano, sem pagar para ter o mesmo direito dos colegas com débitos maiores?? Isto não tem lógica!! Vocês estão me punindo por ter um débito menor??É isso mesmo??

    1. Estou na mesma situação, anuidade 2019 pendente e sou obrigado a arcar com multa enquanto aqueles colegas que infelizmente devem mais não “precisam” pagar multa. Central de atendimento só vai confirmar isso, uma falta de bom senso.

  41. Tenho pago meu CAU todos os anos e para minha surpresa recebo uma carta dizendo que minha empresa deve ao CAU; só que eu sou a empresa ; para poder execer minha profissão como Arquiteto fui obrigado a abrir uma empresa para poder emitir Nota Fiscal, pois com a crise e falta de oportunidade tive que buscar a condição de PJ.
    Agora estou sendo cobrado pela minha empresa sendo que somos a mesma pessoa………Um absurdo pagar duas vezes.
    Além de não fazerem nada pela classe, só sabem mandar cobrança.
    Vou cancelar a minha empresa no Conselho de Arquitetura e Urbanismo, para conseguir sobreviver como Pessoa Física.
    Lamentável.

  42. Peço que envie os boletos pra que eu possa efetuar pagamento, porem que não tenha confissão de divida, pois não concordo de forma alguma com esta cobrança.
    meu email é este [email protected]

  43. Recebi a comunicação após o vencimento do prazo para o REFIS. Como proceder? Obrigado

  44. Como requerer a isenção do pagamento de anuidade por pessoa física que tenha empresa de sua propriedade, devidamente cadastrada no CAU? Pois entendemos que é um pagamento em duplicidade uma vez que o profissional tenha que custear a anuidade como pessoa física e jurídica.

  45. Novamente sou incomodada por e-mail de cobrança.

    Quero informar mais uma vez ao CAU, que conforme sentença anexa, emitida em 6 de fevereiro de 2018, todos os débitos foram pagos. Número: 5005282-94.2017.4.03.6182 Classe: EXECUÇÃO FISCAL Órgão julgador: 13ª Vara de Execuções Fiscais Federal de São Paulo.

    E de acordo com protocolo 553671 / 2017 (anexo), emitido e informado pelo próprio CAU, NÃO HÁ DÉBITOS PENDENTES.

    Sendo assim, peço que o valor indicado conforme informado no site, seja imediatamente cancelado.

    E ainda minha há INTERRUPÇÃO DE REGISTRO PROFISSIONAL que foi deferida, de acordo com o Protocolo: 552621 / 2017, 21/07/2017, emitido pelo CAU/UF CAU/SP Assunto:
    INTERRUPÇÃO DO REGISTRO PROFISSIONAL, não havendo assim qualquer vínculo meu com o CAU.

    Protocolo N° 552621 / 2017. Confira abaixo a descrição:
    “Prezado profissional, sua solicitação de INTERRUPÇÃO DE REGISTRO PROFISSIONAL foi deferida. A partir desta data toda e qualquer atividade profissional vinculada ao exercício da profissão de arquiteto e urbanista deve ser interrompida imediatamente, bem como qualquer tipo de divulgação de suas atividades profissionais estando sujeito a fiscalização do CAU/SP; e, qualquer atividade identificada depois desta interrupção será considerada falta ética.
    Todas as atividades em andamento relacionadas ao exercício da profissão de arquiteto e urbanista deverão ser transferidas para outro profissional quanto a responsabilidade técnica em conformidade com os artigos 11, 17, 18 e 19 da Lei 12.378 de 31 de dezembro de 2010.

    Favor verificar em sua página se há débitos pendentes. Se houver, favor entrar em contato com o CAU-SP ou gerar o boleto na sua própria página. Se não houver pendências, favor desconsiderar.

    Atenciosamente, Diretoria Técnica – CAU/SP.”

    Aguardo breve providencias,
    att,

    Rosangela

  46. Tenho anuidades atrasadas, favor apresentar valores e condicoes de pagamento para quitacao desta divida

  47. Fiz um pedido de retificação da data dos pagamentos do meu acordo, gostaria de saber se já foi revisto. Estou no aguardo da solicitação.

  48. Fui pagar a terceira parcela da negociação da anuidade e fui informado que o boleto não esta registrados. Como devo proceder?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

Nota Oficial: SICCAU

CAU/BR

CAU/BR reforça laços com parlamentares federais para fortalecer pautas da categoria

CAU/UF

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RN anuncia concurso público para níveis médio e superior

CAU/BR

Concurso CAU Brasil: resultado final das provas objetivas e resultado provisório da prova discursiva

Pular para o conteúdo