PROJETO AMAZÔNIA 2040

Oficinas do Projeto Amazônia 2040: Construindo um Futuro Sustentável na Amazônia Legal

 

Arquitetos e urbanistas de todo o país estiveram reunidos em Brasília nos dias 15 e 16 de maio criando projetos transformadores para a sustentabilidade da construção civil na região da Amazônia Legal. O CAU Brasil está promovendo a primeira oficina do Projeto Amazônia 2040. Com a presença de representantes dos CAU/UF de 11 estados, o objetivo é desenhar o futuro sustentável da região por meio da Arquitetura e Urbanismo.

 

O Projeto Amazônia 2040 é uma iniciativa ambiciosa que visa construir uma proposta dos arquitetos e urbanistas brasileiros para um futuro sustentável na Amazônia Legal. Buscando inspiração no 28° Congresso Mundial de Arquitetos (UIACPH2023), cujo tema é “Futuros sustentáveis – Não deixe ninguém para trás”, o projeto pretende apresentar soluções de planejamento urbano, moradia, regularização fundiária, patrimônio cultural e ambiental para a região. Além disso, o projeto tem como objetivo captar recursos para promover ações de assistência técnica, capacitação e consultoria na área de Arquitetura e Urbanismo.

 

“Colocamos todos os projetos atuais que os CAU/UF  da Amazônia Legal têm desenvolvido. Depois detalhamos os desafios que essas ações enfrentam, seja por falta de pessoal técnico, recursos financeiros ou por causa do tamanho do território da Amazônia”, afirmou o conselheiro do CAU Brasil Ricardo Mascarello, coordenador da Comissão de Planejamento Urbano e Ambiental (CPUA). “Para os CAU/UF chegarem nas Prefeituras, é preciso ir de barco pelos rios.”

 

Coordenador da Comissão de Planejamento Urbano e Ambiental (CPUA) do CAU Brasil, Ricardo Mascarello

 

Estiveram presentes os presidentes do CAU/AM, Jean Faria; do CAU/AC, Dandara Lima; do CAU/RO, Antonio Lopes Balau Filho; e do CAU/MT, André Nohr; além da vice-presidente do CAU/RR, Graciete Costa da Guerra. 

 

O encontro foi pautado por quatro objetivos principais:

 

  • Analisar todos os projetos dos CAU/UF para identificar potencialidades de desenvolvimento capazes de gerar emprego, renda e melhorias na qualidade de vida da população, além de reduzir a dependência de incentivos fiscais.
  • Criar fundos específicos para temas específicos, direcionados aos CAU Básicos, a fim de promover ações de planejamento urbano, moradia, regularização fundiária, patrimônio cultural e ambiental, assistência técnica, capacitação e consultoria na área de arquitetura e urbanismo.
  • Estabelecer soluções coletivas que considerem as megatendências mundiais e os desafios locais, traçando cenários prospectivos e uma agenda estratégica para o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal.
  • Dar visibilidade à arquitetura e urbanismo da região, mostrando o que já existe em termos de sustentabilidade e integrando os diversos atores públicos e privados envolvidos no projeto, garantindo a participação social.

 

Durante as oficinas, foi apresentado o e-book do Seminário Projeto Amazônia, realizado em Manaus durante o mês de fevereiro. Na ocasião, diversos pesquisadores, gestores e profissionais trouxeram experiências e conhecimentos interessantes, enriquecendo o debate. Saiba mais aqui sobre o Seminário. 

 

 

No final, os presidentes e conselheiros presentes à oficina do Projeto Amazônia 2040 definiram quais as ações dos CAU/UF podem ser  ampliadas nos próximos anos. Ficou estabelecido que o CAU deve assumir um papel de articulador, promovendo contato dos arquitetos(as) e urbanistas com os municípios, Estados e o Governo Federal. 

 

“Definimos uma linha de ação muito relacionada à capacitação dos profissionais, especialmente em ATHIS e planejamento do território. O Projeto Amazônia consiste em uma visão de planejamento do território e ocupação da Amazônia, relacionado com o uso de materiais sustentáveis e a saúde da população”, afirmou o conselheiro Ricardo Mascarello. Segundo ele, o foco do Projeto Amazônia 2040 está na sustentabilidade da região amazônica, mas há também uma preocupação em fornecer melhores condições para a fiscalização. 

 

Esses resultados da oficina serão compartilhados com os CAU/UF para novas contribuições. No segundo semestre haverá uma segunda oficina, para encaminhar o projeto para as próximas gestões do CAU. “É importante notar que o Projeto Amazônia 2040 se incorpora ao planejamento do CAU para os próximos 10 anos”, disse Ricardo.  

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PROJETO AMAZÔNIA 2040

Projeto Amazônia 2040: CAU Brasil promove cooperação técnica com pesquisadores de nove universidades da região

PROJETO AMAZÔNIA 2040

Documento “Carta de Belém” foi elaborado durante Fórum das Cidades Amazônicas

PROJETO AMAZÔNIA 2040

Manifesto de Lançamento do AMAZONICIDADES – Observatório de Cidades, Vilas e Territórios Amazônicos aconteceu em Belém

PROJETO AMAZÔNIA 2040

Diálogos Amazônicos: CAU Brasil propõe urbanização adaptada às necessidades dos povos da floresta

Pular para o conteúdo