ASSESSORIA PARLAMENTAR

Congresso Nacional abriga IV Seminário Legislativo de Arquitetura e Urbanismo

Foto: Luis Humberto

 

A revisão da Lei de Licitações, em debate no Congresso, é um dos temas de destaque do IV Seminário Legislativo de Arquitetura e Urbanismo que o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) promoverá nos dias 18 e 19 de fevereiro de 2016 na Câmara dos Deputados. Foram convidados os profissionais e estudantes de Arquitetura e Urbanismo, os conselheiros federais e estaduais do CAU, os presidentes dos CAU dos Estados e do DF, os dirigentes das entidades nacionais de arquitetos e demais interessados nas discussões que tratam da construção das cidades, da organização do território e outros temas que envolvem a formação e a prática profissional dos arquitetos e urbanistas.

 

 

Clique aqui para ver ao vivo.

 

 

A sessão de abertura, no dia 18 de fevereiro, contará com uma palestra da arquiteta e urbanista Raquel Rolnik. Professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, ela foi secretária nacional de Programas Urbanos do Ministério das Cidades e relatora internacional do Direito à Moradia Adequada do Conselho de Direitos Humanos da ONU. Em seguida à palestra, haverá debate com com a participação de dois convidados especiais: um representante de movimentos sociais, Miguel Lobato Silva, e o arquiteto e urbanista José Roberto Bassul Campos, ex-presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil –Departamento Distrito Federal (IAB/DF).

 

PROJETOS DE LEI
Os participantes do seminário serão divididos em dois grupos de trabalho, com o objetivo de debater os 61 projetos de lei da área de interesse da Arquitetura e Urbanismo que tramitam na Câmara dos Deputados e no Congresso Nacional. Os grupos de trabalho são: Desenvolvimento Urbano e Habitacional e Desenvolvimento Profissional em Arquitetura e Urbanismo. Conheça o teor de todos os projetos baixando o Caderno de Trabalho do Seminário.

 

Na tarde do dia 19, as recomendações dos GTs serão debatidas em plenário. Ao final do evento, serão formuladas diretrizes para a ação parlamentar do CAU/BR em 2016, sempre em busca da defesa do melhor interesse da sociedade, da Arquitetura e do Urbanismo.

 

Para Haroldo Pinheiro, presidente do CAU/BR, “em sua quarta edição o Seminário se consolida como o principal evento que reúne arquitetos e urbanistas, estudantes, deputados e senadores para debater as proposições legislativas concernentes ao setor de Arquitetura e Urbanismo e contribuir com os parlamentares na defesa da construção de cidades com mais qualidade de vida, respeito ao meio ambiente e à cultura local”.

 

SERVIÇO
IV SEMINÁRIO LEGISLATIVO DE ARQUITETURA E URBANISMO
Data: 18 e 19 de fevereiro
Local: Auditório Nereu Ramos, Anexo II da Câmara dos Deputados – Congresso Nacional, Brasília-DF.

Inscrições: Encerradas
Haverá transmissão ao vivo pelo site do CAU/BR.

 

PROGRAMAÇÃO

18 de fevereiro de 2016, quinta-feira

 

 

9h – Recepção e credenciamento de participantes

 

 

9h30 – Cerimônia de abertura
Representante do CAU/BR: Haroldo Pinheiro, presidente do CAU/BR
Representante da Câmara dos Deputados: Deputado Julio Lopes
Representante do Senado Federal: Senador Cristovam Buarque
Representante dos Presidentes de CAU/UF: Tito Carvalho, presidente do CAU/ES
Representante do Colegiado das Entidades Nacionais dos Arquitetos e Urbanistas
(CEAU): Miriam Addor, secretária-executiva do CEAU

 

 

10h – Breve Exposição sobre Processo Legislativo
Palestrante: Jenner de Morais, secretário-executivo do Fórum dos Conselhos Federais
de Profissões Regulamentadas e consultor na Parlamento Consultoria e Assessoria

 

 

10h30 – Mesa-redonda “Contribuição dos Arquitetos e Urbanistas no Legislativo Federal”
Palestrante: Raquel Rolnik, professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
da USP e colunista do jornal Folha de S. Paulo, foi secretária nacional de Programas
Urbanos do Ministério das Cidades e relatora internacional do Direito à Moradia
Adequada do Conselho de Direitos Humanos da ONU
Mediador: José Roberto Bassul Campos,  foi Consultor Legislativo do Senado Federal e
é mestre em Planejamento Urbano pela UnB
Debatedor: Deputado Julio Lopes (PP/RJ), presidente da Comissão de
Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados
Debatedor: Miguel Lobato Silva, representante do Movimento Nacional de Luta Pela Moradia

 

 

12h30 – Intervalo para almoço

 

 

14h – Reuniões dos grupos temáticos de trabalho
Grupo 1: Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Auditório Nereu Ramos)
Grupo 2: Desenvolvimento Profissional em Arquitetura e Urbanismo (Plenário de
Comissão)

 

 

16h – Intervalo para café

 

 

16h15 – Continuação das reuniões dos grupos temáticos de trabalho

 

 

19h – Encerramento

 

 

 

19 de fevereiro de 2016, sexta-feira

 

9h – Continuação das reuniões dos grupos temáticos de trabalho

 

 

12h – Intervalo para almoço

 

 

14h – Continuação das reuniões dos grupos temáticos de trabalho

 

 

16h – Intervalo para café

 

 

16h15 – Encaminhamentos e apresentação de relatórios dos grupos temáticos de
trabalho e plenária final

 

 

19h – Encerramento

 

SAIBA MAIS

Palestra de Raquel Rolnik abrirá IV Seminário Legislativo

 

 

Publicado em 12/02/2016

0 resposta

  1. Bah! Baita debate! O interessante é ver que existem correntes de pensamento muuuuito diferentes nesse tal “debate”. Definitivamente o cau não me representa.

    1. Concordo….kkk, principalmente quando ela diz’…habitação deixou de ser um direito proporcionado pelo Estado’….
      é uma vergonha….Brasil, o único pais que o comunismo/socialismo deu certo…….vergonha total o CAU abraçar essas causas horríveis que só massacram a população mais carente e com aval dos ‘famosos’ uspianos esquerdinhas.Gostaria de saber se a sra. Raquel venderia sua propriedade para distribuir entre os mais pobres ou levaria para casa um morador de rua….puro discurso…coitada né, ela deve morar no Jardim Angêla…
      afff

    2. .
      Infelizmente, é isso que acontece quando “Pseudos Intelectuais” ocupam também, cargos importantes como o de Prefeito por exemplo… Aqui em São Paulo, a péssima gestão esquerdista/populista paga o “Bolsa aluguel” para mais de 30 mil famílias.
      .
      A Prefeitura gasta em média com cada aluguel, R$400,00/mês.
      .
      Com essa brincadeira com o dinheiro público, o “programa social populista” já consumiu mais de R$ 110 milhões de reais… e em muitos casos, os pagamentos já atrasaram.
      .
      Agora, (graças à “administração” do pt) os que já não tinham conseguido a casa própria, correm o risco de serem despejados.
      .
      Quantas unidades habitacionais poderiam ser construídas com toda essa montanha de dinheiro? Acredito que aproximadamente 3.000 casas populares.

  2. A QUE HORAS COMEÇA O SEMINÁRIO NOS DIAS 18 E 19 DE FEVEREIRO?
    ESQUECERAM DE DIZER.

  3. Prezados,
    Poderiam disponibilizar a programação completa do evento em formato mais adequado para solicitarmos a liberação no trabalho?

  4. As reuniões dos grupos temáticos de trabalho também serão transmitidas ao vivo pelo site?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

CAU/BR

CAU/BR inaugura Galeria de Presidentes com a presença de três ex-presidentes

Pular para o conteúdo