PRÊMIOS

Participe do 5º Concurso de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social

 

O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), por meio do programa “Cidades com Futuro”, criou a quinta edição do Concurso Internacional de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social. A iniciativa busca premiar propostas de cidades latino-americanas que ofereçam uma melhoria integral do habitat das comunidades e especificamente a melhoria da qualidade de vida dos seus cidadãos e a integração dos assentamentos espontâneos à cidade, por meio de ideias e elaboração de propostas inovadoras, relevantes, fundamentadas e realizáveis.

 

A equipe vencedora receberá USD 15.000,00 e poderá ser convidada a apresentar uma solicitação ao CAF para o desenvolvimento do projeto inscrito no concurso. Caso esse convite ocorra e não se chegue a um acordo com a equipe vencedora, o CAF terá autoridade para estender o convite aos participantes do concurso que obtiverem o segundo ou terceiro prêmio, que, independentemente, receberão USD 7.000,00 e USD$ 3.000,00 respectivamente.

 

Os altos índices de urbanização na América Latina, gerados por processos desorganizados e com pouco planejamento em décadas passadas, resultaram em diversos tipos de problemas sociais, econômicos e espaciais, entre os quais se destacam os vinculados à crescente exclusão social em nível urbano.  Atualmente, um em cada quatro cidadãos da América Latina vive em zonas periféricas com acesso limitado a bens, serviços e oportunidades de emprego de qualidade. Além disso, a urbanização acelerada gera problemas de acesso a moradias dignas, de poluição e mobilidade em ruas e rodovias, segregação do espaço público e insegurança para os cidadãos.

 

As propostas, que podem ser ideias para projetos, projetos em execução ou projetos já executados, devem atender as seguintes dimensões para que possam ser consideradas:

 

  • Aumento da acessibilidade de seus habitantes
  • Promoção da coesão e da integração social
  • Fortalecimento do capital humano e da produtividade
  • Melhoria dos serviços básicos e de habitação e aumento da resiliência urbana

 

Poderão participar do Concurso escritórios de projetos de municípios, prefeituras, câmaras municipais, estados e regiões, bem como ministérios nacionais, organizações sem fins lucrativos, associações civis, associações comunitárias, universidades, instituições governamentais, organizações não governamentais e setor privado.

 

É altamente desejável que as equipes sejam multidisciplinares e possam incluir um ou mais membros das seguintes formações: arquitetos, urbanistas, engenheiros, sociólogos, ambientalistas, assistentes sociais, educadores, ecologistas e economistas, entre outros. A equipe deve nomear um representante autorizado que atue como contato responsável, designado como “Coordenador do Projeto” (as pessoas podem ser de qualquer nacionalidade).

 

A inscrição para o concurso é gratuita. Os participantes terão até 15 de junho de 2018 para se inscrever e apresentar as propostas na página oficial do concurso. Clique aqui para acessar.

MAIS SOBRE: PRÊMIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PRÊMIOS

Prêmio Projeto de Arquitetura reconhecerá obras criadas por arquitetos nacionais

PRÊMIOS

SESI Lab concorre ao 8º Prêmio Obra do Ano da ArchDaily Brasil

PRÊMIOS

Prêmio Deca abre inscrições com novas categorias para arquitetos e designers de interiores

PRÊMIOS

CAU/MT e SOUL premiados com categoria no Prêmio Colunistas  

Pular para o conteúdo