CATEGORIA

Prêmio Jabuti divulga livros finalistas na categoria Arquitetura e Artes

58-premio-jabuti-home

 

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou na última sexta-feira (21/10), os nomes dos escritores finalistas de 27 categorias do Prêmio Jabuti deste ano, que celebra sua 58ª edição. A cerimônia da maior premiação da literatura no Brasil ocorre em São Paulo, em 24 de novembro. Veja abaixo os finalistas na categoria Arquitetura, Urbanismo, Artes e Fotografia.

 

Título: Claudia Andujar, no Lugar do Outro – Autor: Claudia Andujar – Editora: Instituto Moreira Salles

Título: Evandro Teixeira, Retratos do Tempo – 50 Anos de Fotojornalismo – Autor: Evandro Teixeira – Editora: Bazar do Tempo

Título: Guerra dos Lugares – Autor: Raquel Rolnik – Editora: Boitempo Editorial

Título: Histórias Mestiças: Catálogo – Autor: Lilia Moritz Schwarcz e Adriano Pedrosa (organizadores) – Editora: Editora Cobogó

Título: Kazuo e Yoshito Ohno – Autor: Emidio Luisi – Editora: Edições Sesc São Paulo

Título: Marianne Peretti: a Ousadia da Invenção – Autor: Tactiana Braga (org.) – Editora: Edições Sesc São Paulo e B52 Desenvolvimento Cultural

Título: Rio – Autor: Marc Ferrez – Editora: Instituto Moreira Salles

Título: Rio Revelado – Autor: Cristiano Mascaro – Editora: Casa da Palavra

Título: Sobre a Arte Brasileira: da Pré-história aos Anos 1960 – Autor: Fabiana Werneck Barcinski – Editora: Martins Fontes / Edições Sesc

Título: Stanislávski: Vida, Obra e Sistema Autor: Elena Vássina e Aimar Labaki – Editora: Funarte

 

A entrega do Jabuti acontecerá em 24 de novembro, no Auditório Ibirapuera. Os primeiros colocados receberão o troféu Jabuti e R$ 3,5 mil. Os ganhadores dos segundos e terceiros lugares também ganharão o troféu.

 

 

Publicado em 26/10/2016

 

 

 

MAIS SOBRE: CATEGORIA

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CATEGORIA

Fórum de Presidentes do CAU/BR cumpre extensa pauta em Belo Horizonte (MG)

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Pular para o conteúdo