ARQUITETOS EM DESTAQUE

Presidente do CAU/BR participa de comemorações dos 100 anos do IAB

 

No ano que vem, o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) completa 100 anos. Referência nacional e internacional em debates históricos em defesa de cidades inclusivas e sustentáveis, da democracia brasileira e da organização dos arquitetos e urbanistas, o IAB iniciou a comemoração da sua trajetória no último dia 26 de janeiro, com a exposição “Instituto de Arquitetos do Brasil, Rumo ao Centenário”, que apresenta no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro uma linha do tempo relembrando alguns fatos marcantes sobre a história da instituição.

 

O presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães, participou da solenidade no Museu Nacional de Belas Arte, no Rio de Janeiro – local onde foi fundado o instituto. “O IAB marcou a vida de várias gerações neste país com seu histórico de debates, de inovação e de muitas lutas. Faz parte da história nacional, com destacada atuação nos principais momentos da nossa vida pública”, afirmou o presidente do CAU/BR durante o ato. No evento estavam presentes o presidente do IAB, Nivaldo Andrade; do presidente da UIA, Thomas Vornier e do presidente do Comitê Executivo do 27º Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2020RIO), Sérgio Magalhães, entre presidentes e diretores do IAB e convidados.

 

Segundo o presidente do CAU/BR, a atuação do IAB teve reflexos diretos na construção e consolidação da Arquitetura e Urbanismo no Brasil. “Ao atuar diretamente em temas como a defesa das condições para o desempenho do exercício profissional e a produção da Arquitetura, o IAB construiu e ergueu bandeiras em prol dos arquitetos e urbanistas e da sociedade brasileira. Entre as causas defendidas pelo IAB estão a definição da tabela de honorários, a realização de concursos públicos de Arquitetura e Urbanismo e a discussão sobre a formação e o exercício profissional. Identificamos tais defesas como elementos básicos para a regulamentação do nosso exercício profissional”, destacou Luciano Guimarães. “Por isso, o CAU/BR tem orgulho de ser parceiro do IAB.”

 

Exposição Instituto de Arquitetos do Brasil, rumo ao centenário

 

IAB E CAU

“O IAB foi fundamental na criação do Conselho de Arquitetura e Urbanismo, ao desenvolver e liderar uma ação organizada, persistente e corajosa dos arquitetos e urbanistas que permitiu a criação do CAU”, disse. “Graças ao esforço conjunto, de décadas do IAB e das demais entidades de arquitetos e urbanistas, temos hoje o nosso conselho, que foi estabelecido pela Lei 12.378, em dezembro de 2010. Assim conquistamos o protagonismo nas decisões que dizem respeito ao nosso exercício profissional, como sempre desejaram os pioneiros que fundaram o IAB”.

 

Nivaldo Andrade,  presidente do IAB Nacional, falou sobre momentos marcantes e o futuro da entidade, e apontou a construção de uma nova etapa do IAB, a partir do trabalho conjunto de arquitetos e urbanistas de diferentes gerações. “É emocionante ver trabalhando lado a lado, colegas de 25 e de 75 anos, seja nas comissões dos Conselhos Superior ou dos Departamentos do IAB, seja nos debates acalorados sobre temas como a Assistência Técnica, ou mesmo concebendo e produzindo uma exposição como a que ora se inaugura”, ressaltou. Nivaldo Andrade relembrou alguns caminhos percorridos pelo IAB nesses 99 anos de existência, e sua contribuição para mudanças significativas no Brasil.

 

“O IAB se constituiu na maior, na mais ramificada e mais representativa entidade de arquitetos do país, reconhecida pela defesa intransigente da Arquitetura, do papel social dos arquitetos na qualificação das cidades e das condições de vida das pessoas, por pugnar pelos concursos públicos como forma mais democrática de contratação de projetos e, por último, mas não menos importante, na defesa da democracia, bandeira arduamente defendida pelo nosso instituto, mesmo quando ela esteve gravemente ameaçada”, afirmou o presidente da entidade.

 

A exposição Instituto de Arquitetos do Brasil, rumo ao centenário está no Museu Nacional de Belas Artes, na Cinelândia, Centro do Rio de Janeiro, de 26 de janeiro a 8 de março. Ao final da exposição, os associados de todo o Brasil poderão registrar sua visão sobre o futuro do IAB. O museu funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábados, domingos e feriados das 12h às 17 h.

2 respostas

  1. Fui tesoureiro na gestão do Alfredo Paisani,e um dos fundadores do sindicato quando D. Isaura era secretária. Também membro da diretório do IAB em algumas gestões

    1. Sou membro do IAB desde 1955 quando me formei pela \universidade de Illinois, e naquela época ativo no IAB/SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

EVENTOS

Patrícia Sarquis Herden é presença confirmada no 3º Fórum Mundial Niemeyer 

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo