PATRIMÔNIO HISTÓRICO

São Luís/MA recebe o 9º Fórum Internacional de Patrimônio Arquitetônico Brasil-Portugal (FIPA)

Entre os dias 14 e 16 de junho, São Luís (Maranhão) será a sede do Fórum Internacional de Patrimônio Arquitetônico Brasil – Portugal. Com o tema “Diversidade em diálogos permanentes”, a nona edição do evento será concentrada na Faculdade de Arquitetura da UEMA, com atividades também no Teatro da Cidade e no Centro Cultural Vale.  Para articular a participação dos arquitetos e urbanistas brasileiros no Fórum, o CAU Brasil realiza no dia 13, também na capital maranhense, o II Seminário de Patrimônio Histórico. INSCREVA-SE AQUI

 

O FIPA foi criado por iniciativa das arquitetas Maria Rita Amoroso, brasileira, e Alice Tavares, portuguesa, com a proposta de discutir as técnicas construtivas e retomar a relação entre Portugal e Brasil sob o ponto de vista do Patrimônio. Especialistas no tema são convidados a debater os desafios da preservação, valorização, construção e salvaguarda de bens materiais e imateriais nos dois países.

 

A realização do evento na histórica São Luís, Patrimônio Mundial da UNESCO, oferece ao FIPA e ao II Seminário de Patrimônio do CAU um palco privilegiado. “Ao dialogar com a arquitetura brasileira e portuguesa no contexto da paisagem urbana, em simbiose com a geografia local, esta cidade serve de modelo e inspiração para o reconhecimento da diversidade como vetor imprescindível para discutirmos o Patrimônio em meio às “transitoriedades” na contemporaneidade, buscando ações efetivas de recuperação e permanência de identidades locais”, diz a organização no site oficial do evento. ACESSE AQUI

 

A Mesa de Abertura do evento acontece no Teatro da Cidade e contará com a participação de diversas autoridades, entre elas, presidente do CAU Brasil, Nadia Somekh. Em seguida, acontece a palestra “Vulnerabilidade e resiliência do patrimônio arquitetônico construído no Brasil”, ministrada pelo arquiteto e urbanista português Gonçalo Byrne. Os debates serão desdobrados a partir de quatro eixos: Ações de conservação e salvaguarda em um patrimônio comum; Boas práticas: projetos de reabilitação/conservação e salvaguarda para uma cidade sustentável e segura; Do material ao imaterial: povos que se unem; e Os diálogos e as influências múltiplas em torno da arquitetura. ACESSE A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

 

A nona edição é organizada pelas Faculdades de Arquitetura da Universidade Estadual do Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UEMA), Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, Universidade  de Aveiro/PT, Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), CAU/MA ,DPA, APRUPP , Rota do Românico PT e República Portuguesa/Cultura.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

17 de agosto: Dia Nacional do Patrimônio Histórico serve como um alerta em prol de políticas de preservação cultural

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

CAU Brasil instala Câmara Temática de Patrimônio Histórico

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Carta de São Luís é aprovada no 9º FIPA com foco na valorização do patrimônio e do bem-estar urbano

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

9º FIPA aponta a responsabilidade dos arquitetos e urbanistas como construtores do patrimônio do futuro

Pular para o conteúdo