CATEGORIA

Saúde e Cidades: Sérgio Magalhães e Nísia Trindade em debate

 

É impossível pensar a cidade do futuro sem pensar nas formas de proteção da saúde. Partindo dessa premissa, o presidente do Comitê Executivo do 27º Congresso Mundial de Arquitetos, Sérgio Magalhães, e a presidente da Fundação Oswaldo Cruz, Nísia Trindade Lima, estarão juntos, na próxima terça-feira, 18 de maio, às 10 horas, no debate Saúde e Cidades: horizontes e perspectivas.

Promovido pela Coordenação de Cooperação Social da Fiocruz, o debate é um evento preparatório para o 40º Seminário Anual do Public Health Group (Grupo de Saúde Pública) da União Internacional de Arquitetos (PHG/UIA), que será realizado em julho, como parte do 27º Congresso Mundial de Arquitetos.

Sérgio e Nísia abordarão questões relacionadas ao direito à cidade, políticas públicas de cuidado e atenção, gestão democrática e participativa do espaço urbano, integração entre planejamento urbano e promoção da saúde, entre outras.

A moderação do debate caberá à presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil, Maria Elisa Baptista. E a coordenação será do arquiteto Jerônimo de Moraes Neto, que atua no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), da Fiocruz.

O debate será transmitido pelo canal Cidades em Movimento no YouTube.

Serviço:
Saúde e Cidades: horizontes e perspectivas
Sérgio Magalhães, Presidente do Comitê Executivo do UIA2021RIO
Nísia Trindade Lima, Presidente da Fundação Oswaldo Cruz

18 de maio de 2021 – às 10 horas
Transmissão: https://cutt.ly/CidadesUIA21

Moderação: Maria Elisa Batista, presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil
Coordenação: Jerônimo de Moraes Neto (Bio-Manguinhos/Fiocruz)

 

Fonte: UIA2021RIO

MAIS SOBRE: CATEGORIA

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo