PATRIMÔNIO CULTURAL

Seminário de Patrimônio: Conheça iniciativas de valorização da memória da Arquitetura

 

A preservação da memória da Arquitetura e Urbanismo – por meio de acervos, projetos, documentos, livros e obras de arte – foi o tema da segunda mesa de debates do 1º Seminário Nacional de Patrimônio. Evento promovido pelo CAU Brasil em parceria com o CAU/MG acontece na cidade histórica de Ouro Preto, com o objetivo de valorizar a cultura e as obras históricas do nosso país. Nesta mesa de debates, arquitetos e urbanistas envolvidos em projetos de preservação cultural apresentaram iniciativas promovidas pelo CAU/SP, pelo CAU/RS e pelo IAB-RS.

 

Representando o CAU/SP, a coordenadora da Comissão de Patrimônio Cultural, Vanessa Bello Figueiredo, apresentou o Programa de Assistência Técnica em Patrimônio Cultural, que no ano passado financiou, por meio de edital público, dez projetos relacionados ao tema. Toram contratados três projetos totalizando R$ 225 mil em investimentos.

 

Confira apresentação do CAU/SP

 

Outra iniciativa do CAU/SP será o “Manual de Orientação às Políticas Municipais de Preservação de Patrimônio Cultural”, a ser lançado em agosto deste ano. Para a conselheira do CAU/SP, iniciativas como essas deveriam ser ampliadas em todo o país, com os CAU/UF destinando recursos mínimos à Assistência Técnica Gratuita ao Patrimônio Cultural para público-alvo de baixa renda.

 

Coordenadora da Comissão de Patrimônio Cultural do CAU/SP, Vanessa Bello Figueiredo

 

CENTRO DE MEMÓRIA
O coordenador da Comissão de Patrimônio Cultural do CAU/RS, Fábio Müller, apresentou a iniciativa do Centro de Memória da instituição, que guarda mais de 4.400 caixas de acervos arquivísticos oriundos do CREA-RS. Catálogo contém registros da planta do Hotel Majestic de Theo Wiedersphan, a fachada do Edifício Eli de mesmo autor, o projeto da Igreja Matriz de Putinga de Ticiano Bettain, os projetos Livraria do Globo Edifício B e “Palacinho” de Armando Boni.

 

Confira apresentação do CAU/RS

 

Parte desse acervo está sendo digitalizado, e tambpem existe um convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para organização desse material por meio de um software gratuito que permite a gestão e a publicação de acervos, bibliotecas e coleções digitais na Internet.

 

Coordenador da Comissão de Patrimônio Cultural do CAU/RS, Fábio Müller

 

Segundo Fábio, o Centro de Memória será inaugurado em 22 de novembro deste ano, buscando se tornar um lugar de pesquisa na sede do CAU/RS, em Porto Alegre. O Centro deverá abrigar ainda o Acervo do arquiteto e urbanista Clovis Ilgenfritz da Silva, autor da Lei de ATHIS, cuja doação está passando pelos trâmites legais.

 

ARQUIVOS DO IAB
No Rio Grande do Sul também existe a iniciativa do IAB-RS de preservar e catalogar os arquivos do instituto. Foi publicado um edital público no valor de R$ 45.000 para a contratação de arquivistas e bolsistas, além da compra de equipamentos e materiais. Projeto foi conveniado com a UFRGS e dividido em 4 coleções: documental, bibliográfica, artística e a coleção Milton Santos.

 

Presidente do IAB/RS, Rafael Passos

 

Foi utilizada da Lei Aldir Blanc (2020) para continuidade do projeto, como mobiliário, equipamentos para digitalização dos arquivos e controle de temperatura e umidade. Projeto foi apresentado pelo presidente do IAB/RS, Rafael Passos.

 

Confira apresentação do IAB-RS

 

Veja cobertura completa do 1º Seminário Nacional de Patrimônio

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PATRIMÔNIO CULTURAL

Plenário do CAU/BR define novos membros da Câmara Temática de Patrimônio, com representantes da sociedade civil

PATRIMÔNIO CULTURAL

Nadia Somekh assume cadeira no Conselho Consultivo do IPHAN

PATRIMÔNIO CULTURAL

CAU Brasil e IPHAN assinam acordo para expandir atuação de arquitetos(as) e urbanistas em sítios históricos

PATRIMÔNIO CULTURAL

Presidente Nadia Somekh vai participar do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural

Pular para o conteúdo