ARQUITETOS EM DESTAQUE

Sindicato dos Arquitetos desenvolve projeto piloto de Assistência Técnica no PR

 

O Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas no Estado do Paraná (SINDARQ/PR) está desenvolvendo o projeto piloto de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social – chamado de ATHIS|CWB – que tem o objetivo de implementar em diferentes municípios do estado a Lei Federal nº 11.888/2008, a qual garante assistência técnica pública e gratuita de arquitetos e urbanistas e engenheiros para projeto, reforma e construção de habitação de interesse social. De acordo com o gestor do projeto, Júlio Kajewski, o ATHIS|CWB tem duas perspectivas: a primeira é realizar a aplicação da Lei e atender famílias com renda de até três salários mínimos, que morem em as áreas de interesse social dentro de Curitiba. O segundo viés é criar uma logística para que a assistência técnica possa ser implementada em qualquer município. “Além de fazer a assistência técnica acontecer, estamos criando uma lógica de trabalho. Inclusive, desenvolvemos um site que terá o passo a passo para a implantação da Lei da Assistência Técnica em qualquer município”, explica Kajewski.

 

O gestor do projeto piloto ainda ressalta que, apesar da assistência técnica ser feita de pessoa em pessoa – possibilitando a complementação dos serviços já prestados pelo setor público, o sistema de execução da obra deve ser realizado, preferencialmente, em mutirão. Por isso, a equipe do projeto – formada ainda pelos arquitetos e urbanistas Elisa Detzel Bernert e Fabio Remuszka – levantou áreas de interesse social da capital paranaense a fim de selecionar uma região para a prestação de serviços. O lugar escolhido foi a comunidade da Vila Trindade, que fica no bairro Cajuru. “O critério principal para a escolha desta comunidade foi o desenvolvimento da arquitetura do local, os parâmetros sociais e econômicos e a infraestrutura urbanística existente”, resume Kajewski.

 

Os espaços utilizados para exercer a assistência serão pleiteados com organizações sociais locais com a intenção de alcançar um maior nível de interação junto à comunidade escolhida. Até o momento, já foram estabelecidas parcerias com a Companhia de Habitação Popular de Curitiba, Fundação de Ação Social de Curitiba, Secretaria Municipal do Urbanismo e Assuntos Metropolitanos, Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná, Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Paraná e algumas instituições de ensino da cidade. “Ainda estamos tentando uma cooperação com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba para termos acesso aos projetos setoriais da cidade”, revela Kajewski.

 

Arquitetos do SINDARQ-PR visitam a Vila Trindade, em Curitiba

 

Com a intenção de aumentar o tamanho da ação, o ATHIS|CWB está convocando arquitetos e engenheiros que queiram realizar trabalhos voluntários e ainda lançou um site exclusivo para arrecadar fundos para o projeto. “O projeto é piloto, mas queremos perpetuar esta iniciativa”, almeja Kajewski. Veja abaixo o vídeo sobre a iniciativa:

 

 

Edital do CAU/PR
O projeto ATHIS|CWB surgiu por meio do Edital de Chamada Pública de Apoio Institucional CAU/PR Nº 01/2017 de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social, que foi lançado no último mês de novembro (saiba mais). Cerca de R$ 40 mil foram destinados à iniciativa, dinheiro que deve custear a gerência do projeto piloto e o pagamento dos honorários dos arquitetos e urbanistas que farão a regularização das casas junto à Prefeitura, os projetos e o acompanhamento das construções e das reformas das residências selecionadas.

 

Para o presidente do SINDARQ/PR, Milton Carlos Zanelatto Gonçalves, o projeto ATHIS|CWB é fundamental para demonstrar à sociedade os diversos segmentos de atuação dos arquitetos e urbanistas. “Estes profissionais têm a capacidade de atender à população de baixa renda ou de alto poder aquisitivo. Todos devem ter acesso a uma arquitetura de qualidade. O arquiteto e urbanista resolve espaços, inclusive dos projetos pequenos e complexos que são as habitações de interesse social”.

 

Ele ainda destaca a importância do edital aberto no final do ano passado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná (CAU/PR). “O objetivo é que nossa ação possa se multiplicar. Queremos sensibilizar especialmente o setor público, que tem muita responsabilidade no assunto de habitação de interesse social. É necessário o surgimento de políticas públicas municipais, estaduais e o aperfeiçoamento da política pública federal. Entendemos que é um avanço necessário e que o CAU tem um papel fundamental para mostrar à sociedade as diversas e reais atribuições dos arquitetos e urbanistas, que vão desde a arquitetura de interiores até o planejamento urbano”, finaliza Gonçalves, que também é conselheiro suplente pelo Paraná do CAU/BR.

 

SÉRIE ESPECIAL DE REPORTAGENS

 

Esta reportagem faz parte de uma série especial do CAU/BR e dos CAU/UF que está mostrando o trabalho de arquitetos e urbanistas que, superando orçamentos reduzidos e unificando diferentes opiniões, conseguiram desenvolver moradias dignas e de qualidade para as famílias de baixa renda.

 

Você atua em projetos de habitação social? Envie um e-mail para habitacaosocial@caubr.gov.br falando sobre o seu trabalho na área. Não se esqueça de inserir os autores dos projetos, contatos das pessoas envolvidas (arquitetos, autoridades e beneficiários), com um breve descritivo do projeto e até três fotos/ilustrações. Se sua história for selecionada, o CAU entrará em contato para produzir uma reportagem especial sobre os projetos.

 

SAIBA MAIS

Entrevista: Clóvis Ilgenfritz, pioneiro na Arquitetura de Habitação Social no Brasil

Arquitetura Social: Escritório Público de Salvador já entregou 5 mil projetos

Antiga fábrica em Curitiba abriga casas de famílias carentes

Projeto de habitação popular no coração de Porto Alegre

Iniciativa mantém 10 postos de assistência técnica na periferia de Brasília

Em Diadema, Casas Cubo são solução para abrigar famílias excluídas de reurbanização

Assistência Técnica: Vereadora Marielle Franco apresentou projeto de lei sobre o tema

Arquitetura Social: CAU/BR e CAU/UF destacam projetos inovadores

 

 

Por Alisson Castro, Jornalista do CAU/PR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Assistência Técnica

Comissão aprova relatório da Medida Provisória prevendo inclusão da assistência técnica no Programa Minha Casa, Minha Vida

ARQUITETURA SOCIAL

Nadia Somekh no Estadão: MP do Minha Casa, Minha Vida é oportunidade histórica para colocar ATHIS em prática

ARQUITETURA SOCIAL

Como a Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (ATHIS) pode revolucionar o “Minha Casa, Minha Vida”

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Deputada federal Erika Kokay: “Arquitetos e urbanistas são construtores da liberdade, da democracia e dos direitos”

Skip to content