CAU/UF

Solidariedade à cidade de Petrópolis

 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ) acompanha a tragédia provocada pela forte chuva que atingiu Petrópolis, Região Serrana do Rio, na tarde de terça-feira, 15 de fevereiro. Solidariza-se com aqueles que perderam familiares e amigos, além de seguir com esperança do reencontro daqueles por hora desaparecidos.

 

Os eventos extremos, como a chuva que devastou Petrópolis, são cada vez mais frequentes. Ontem, em menos de seis horas, o acumulado de chuvas superou a média histórica do mês de fevereiro, com estações meteorológicas da cidade marcando 260mm (a média mensal é de 240mm). Nossas cidades precisam estar preparadas para lidar com essas situações. Para isso, é indispensável que o poder público conte com quadro técnico qualificado não apenas para prever tais eventos, mas apontar caminhos sustentáveis de desenvolvimento urbano e social. Os instrumentos de planejamento das cidades, como o Plano Diretor e demais legislações urbanísticas, são fundamentais nesse contexto. Por serem construídos em consonância com os anseios e necessidades das cidades, cria-se um pacto social, que deve ser sempre respeitado.

 

A terra urbanizada, segura, livre de desastres, continua sendo um bem escasso, somente disponível para as camadas mais ricas da população, para os demais resta esperar que a chuva não seja muito intensa sabendo que não restou outra opção a não ser estar em áreas de risco.

 

Este Conselho se coloca à disposição para ajudar na reconstrução de Petrópolis.  Seja na construção de um Plano Diretor que indique claramente como construir cidades seguras e saudáveis para todos, seja na ajuda emergencial para ajudar na reconstrução da cidade e das casas das famílias ora atingidas. Acreditamos também que os arquitetos e urbanistas que atuam em nosso estado têm capacidade técnica e criativa para contribuir com a recuperação da cidade.

 

O CAU/RJ se coloca ainda como ponto de coleta de doações para as vítimas da tempestade de Petrópolis. Garrafas de água são a prioridade. Colchões, cobertores, material de limpeza e higiene pessoal, máscaras, álcool em gel, roupas e alimentos não perecíveis são itens também importantes. As doações poderão ser feitas a partir desta quinta-feira, dia 17, das 9h às 17h, na unidade móvel do Conselho que estará localizada na Av. República do Chile, 230, entre o Teatro Nelson Rodrigues e o edifício sede da autarquia, no Centro do Rio de Janeiro. A exceção é sábado, quando nossa equipe receberá as doações até as 12h, pois realizará entrega das doações arrecadadas à tarde.

MAIS SOBRE: CAU/UF

2 respostas

  1. Gostaria de me cadastrar para prestar serviços de arquitetura de forma solidária para as famílias que perderam tudo. Vocês conseguem organizar ou já possuem um posto de atendimento para cadastro e acompanhamento online?

Os comentários estão desabilitados.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/UF

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RN anuncia concurso público para níveis médio e superior

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Roberto Bratke, arquiteto que transformou a paisagem da zona sul de São Paulo, morre aos 88 anos

ASSESSORIA PARLAMENTAR

NOTA OFICIAL: Esclarecimentos sobre o PL 2081/2022

CAU/UF

Profissionais debatem os desafios das arquitetas e arquitetos negros

Pular para o conteúdo