RECENTES

TRAVESSIAS CAPIBARIBE: Concurso vai escolher projeto para passarelas no Capibaribe

 

Para incentivar a criação de novos eixos de travessia de mobilidade ativa ao longo do Rio Capibaribe, a Agência Recife para Inovação e Estratégia (ARIES), em conjunto com a Prefeitura do Recife e o Núcleo de Gestão do Porto Digital, realiza o Travessias Capibaribe – Concurso Nacional de Passarelas no Recife. O concurso é parte central do projeto do Parque Capibaribe (SDECTI/Prefeitura do Recife), também alinhado com as diretrizes do Plano Recife 500 Anos (ARIES), planos estratégicos de longo prazo da capital pernambucana. O lançamento do concurso ocorreu no dia 07 de julho no Parque das Graças, Zona Norte do Recife. Outras informações podem ser obtidas no site www.travessiascapibaribe.com.br.

 

A seleção, que tem a coordenação do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e apoio técnico do Instituto Jaime Lerner, vai escolher o melhor Anteprojeto de Arquitetura e Urbanismo com Solução Estrutural para duas travessias, que devem ser projetadas para permitir atravessar o Rio Capibaribe em dois trechos da cidade. A primeira travessia está prevista entre a Praça Antônio Maria (Santana) e a Rua Marcos André (Torre); Já a segunda está planejada para conectar a Rua Marcos André (Torre) à Rua Malaquias, nas Graças.

 

A comissão julgadora será formada pelas seguintes instituições: Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), Prefeitura da Cidade do Recife, Projeto do Parque Capibaribe e Agência Recife para Inovação e Estratégia (ARIES).

 

O Travessias Capibaribe tem como foco o estímulo à mobilidade ativa, à adoção de hábitos para a diminuição da emissão de CO2 e a ampliação da conexão entre bairros e comunidades, melhorando o acesso a oportunidades e serviços através de passarelas exclusivas para pedestres, ciclistas e usuários de outros modais ativos.

Poderão participar do concurso, como responsável técnico(a) de equipe de projeto profissionais que residem no Brasil, diplomados, legalmente habilitados e devidamente cadastrados e em situação regular perante seu respectivo conselho profissional: Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) ou Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Como premiação, o terceiro colocado no concurso receberá R$ 20 mil; o segundo, R$ 30 mil; e o valor da contratação do vencedor será de R$ 1.034.880,00, já incluída a premiação no valor de R$ 51.744,00.

 

“Viabilizado a partir de diretrizes que versam sobre sustentabilidade e planejamento urbano, elementos essenciais do Projeto CITinova, o Travessias Capibaribe busca a reinserção do Rio Capibaribe nas dinâmicas do Recife a partir da (re)aproximação dos recifenses a um dos principais corpos d’água da Região Metropolitana”, destaca o presidente da ARIES, Marcos Baptista.

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Rafael Dubeux, ressalta a relevância desse concurso para o conceito do Projeto Parque Capibaribe. “A implantação de travessias no rio é parte central do Parque Capibaribe, porque reúne um projeto de integração do recifense com o rio, um equipamento de mobilidade não motorizado e um ponto de conexão entre comunidades. Esse é o lastro da reinvenção de cidade que o programa quer. Então o concurso se torna um passo para um importante ganho para a cidade”, destaca.

 

TRAVESSIAS CAPIBARIBE – O concurso é viabilizado sem a utilização de recursos públicos municipais. O Fundo Global para o Meio Ambiente, da Organização das Nações Unidas, é o financiador do Projeto CITinova e, consequentemente, o financiador de seus projetos-pilotos. O vencedor do Concurso receberá prêmio em dinheiro e será contratado para desenvolver o Projeto Executivo e Complementares de Engenharia para as duas passarelas e seu entorno.

 

 

Site oficial do concurso

www.travessiascapibaribe.com.br

Inscrições abertas

07.07 a 21.08.2022

 

Premiação e contrato

3º Lugar: R$ 20.000

2º Lugar: R$ 30.000

Projeto vencedor: Contrato de R$1.034.880,00 (já incluída a premiação no valor de R$ 51.744,00).

 

Fonte: IAB/DF

MAIS SOBRE: RECENTES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

RECENTES

Terceira edição da Revista Urbanidade apresenta desafios e soluções

RECENTES

CAU/SP recebe doação de acervo do arquiteto Miguel Alves Pereira

RECENTES

Edital de consulta pública de solução BIM para automação de projetos de edificações em Minas Gerais

RECENTES

Cadastrados no CAU terão descontos na inscrição da sexta edição do Seminário Internacional A ERA BIM, evento que acontecerá em São Paulo

Pular para o conteúdo