ARQUITETOS EM DESTAQUE

UFBA lança catálogo de exposição em homenagem a Diógenes Rebouças

Considerado um dos nomes mais importantes da Arquitetura baiana, Diógenes Rebouças foi homenageado pelo catálogo “Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio”, com a íntegra da exposição de mesmo nome realizada em 2015 sob curadoria de Nivaldo Andrade, atual presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e pesquisador da obra de Rebouças há 12 anos. Clique aqui para baixar gratuitamente a publicação.

 

Capa do catálogo da exposição "Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio"
Capa do catálogo da exposição “Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio” (Foto: Repositório da UFBA)

 

“Diógenes mudou a paisagem de Salvador com obras como a Fonte Nova, o Hotel da Bahia, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e a Escola Politécnica da UFBA e as avenidas Contorno e Centenário. Somente a parceria com Anísio Teixeira na criação da Escola-Parque, no bairro da Caixa d’Água, já seria suficiente para colocar Diógenes Rebouças entre os mais importantes arquitetos da história do Brasil”, afirma Andrade. 

 

O catálogo, em português e inglês, possui 384 páginas ilustradas e contém todo o conteúdo da exposição, formada por centenas de fotografias e plantas dos principais projetos e planos elaborados por Diógenes Rebouças em quase 60 anos de atuação profissional. A publicação contém, ainda, fotos das oficinas de fotografia, de maquete e de expografia realizadas com estudantes da Universidade Federal da Bahia (UFBA) no processo de montagem da mostra.

 

Diógenes Rebouças (Foto: Família Rebouças)
Diógenes Rebouças (Foto: Família Rebouças)

 

Arquiteto e urbanista, artista plástico e professor, Diógenes Rebouças nasceu em 1914 na cidade de Amargosa, no interior da Bahia, e faleceu em Salvador, no ano de 1994. Foi autor de projetos urbanísticos e arquitetônicos que mudaram a paisagem de Salvador e do interior do Estado, como uma série de edifícios escolares baseados na pedagogia de Anísio Teixeira. Atuou como diretor do Escritório do Plano de Urbanismo da Cidade de Salvador, membro do Conselho Estadual de Cultura e consultor do IPHAN, onde desenvolveu dezenas de estudos para monumentos baianos tombados.

 

A exposição registrada pelo catálogo foi promovida pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento da Bahia (IAB-BA) em parceria com a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Patrocinaram a iniciativa o Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia (CAU/BA), o Fundo de Cultura da Bahia, o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) e a Odebrecht Realizações Imobiliárias.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Deputada federal Erika Kokay: “Arquitetos e urbanistas são construtores da liberdade, da democracia e dos direitos”

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Exposição dedicada a Souto de Moura reúne admiradores da arquitetura no Paço Imperial

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Morre Paulo Caruso, o arquiteto que virou cartunista sem se afastar da Arquitetura

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Três projetos brasileiros vencem prêmio internacional Building of the year 2023

Skip to content