ARQUITETURA SOCIAL

União Internacional de Arquitetos (UIA) – Uma força global em prol da humanidade

A União Internacional de Arquitetos (UIA), promotora do UIA2021RIO,  é a organização que representa cerca de 1,3 milhão de arquitetos de todo o mundo. Congrega atualmente as principais organizações profissionais de arquitetos em 124 países e territórios, entre elas o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), membro fundador.  E tem como objetivos unificar a profissão, influenciar políticas públicas e promover o avanço na área de arquitetura para a melhoria da vida das pessoas. 

 

Reconhecida como a única organização mundial de arquitetura pelas agências das Nações Unidas, a UIA é o órgão consultivo da Unesco para assuntos relativos ao habitat e à qualidade do espaço construído.

 

 

Foi fundada em Lausanne, na Suíça, em 28 de junho de 1948, após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando foi necessário reunir esforços para reerguer cidades arruinadas. Naquele ano, em sua primeira assembleia, contou com 27 delegações. August Perret, eleito primeiro presidente honorário da entidade, foi quem liderou a reconstrução de uma cidade inteira devastada por bombardeios aéreos – Le Havre, na França, hoje Patrimônio Mundial da UNESCO.

 

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=w1L62cmIxI4[/embedyt]

 

Ao longo de seus mais de 70 anos de atividades, a UIA se consolidou como uma organização em defesa da humanidade: foi a primeira a chamar atenção para os prejuízos globais causados pelo uso abusivo de recursos naturais; em todas as suas declarações aponta a urgência da erradicação de habitações insalubres; assim como destaca a importância da diversidade e a superação de preconceitos.

 

Dedicada a promover a profissão e reforçar a qualidade arquitetônica global, a UIA conta com três comissões, com focos em Educação, Prática Profissional e Competições Internacionais. Os membros da UIA são agrupados em seções conforme as regiões geográficas em que se encontram: Europa Ocidental, Europa Oriental e Oriente Médio, Américas, Ásia e Oceania, e África.

 

Em sua estrutura, a UIA conta com um Conselho formado por quatro representantes de cada região. Esse Conselho se reúne duas vezes por ano. O presidente da entidade, o ex-presidente imediato, o secretário-geral, o tesoureiro e os cinco vice-presidentes regionais constituem o Bureau da UIA, que se reúne duas vezes por ano, entre as sessões do Conselho. Os membros do Bureau também fazem parte do Conselho da UIA. A Assembleia Geral da UIA é composta por delegados de todas as Seções e se reúne a cada três anos.  

 

Também a cada três anos, desde sua fundação, a UIA promove o Congresso Mundial de Arquitetos, evento que abarca a Assembleia Geral. Nos Congressos é realizada, desde 1961, a entrega dos prêmios Auguste Perret (para a tecnologia aplicada à arquitetura), Sir Patrick Abercrombie (referente ao desenvolvimento urbano ou territorial), Jean Tschumi (para crítica arquitetônica ou ensino de arquitetura) e Sir Robert Matthew (para melhoria da qualidade de assentamentos humanos).

 

Desde 1984, a UIA também concede a Medalha de Ouro em homenagem a um arquiteto (ou grupo de arquitetos) destacado por seu trabalho e prática profissional pela qualidade dos serviços prestados para a humanidade e a sociedade.

 

Grupos de trabalho atuam na UIA promovendo conhecimentos em áreas específicas que, atualmente, são: Arquitetura Responsável (Arquitetura para um futuro responsável e ARES – Arquitetura e Fontes de Energia Renovável), Arquitetura e Sociedade (Arquitetura e Crianças e Arquitetura para todos), Urbanização (Assentamentos urbanos e desastres, Cidades intermediárias – Urbanização e Desenvolvimento, e Turismo), Habitat (Habitat e Ação sem fronteiras), Identidade cultural (Patrimônio e   Lugares sagrados); Serviços (Espaços Educacionais e Culturais, Saúde Pública, Esportes e Lazer).

 

Atual presidente da UIA, Thomas Vonier destaca como ideais da profissão que a organização preconiza: a tolerância e a sensação de um propósito comum que transcende fronteiras; a determinação para obter condições de moradia adequada para todos; a dedicação para atingir o progresso humano por meio do conhecimento; a valorização e o respeito pelas artes e ciências; e a determinação para desenvolver e usar a tecnologia apropriada para as necessidades humanas.

 

Ele lembra ainda que o estatuto da UIA, escrito há cerca de 73 anos e inalterado desde então, defende a liberdade, o entendimento consciente e os serviços à comunidade global. “Isto permanece sendo nosso objetivo e nossa promessa”, garante.

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

UIA

Kuala Lumpur sediará o próximo Fórum Internacional UIA em novembro

ENTIDADES DE ARQUITETURA

Representantes dos arquitetos e urbanistas publicam posicionamento diante da tragédia provocada pela mineração em Maceió

UIA

Presidente da União Internacional de Arquitetos (UIA) envia mensagem para participantes da COP28

ARQUITETURA SOCIAL

Arquitetura Rural: CAU Brasil vai promover acordo de cooperação com o INCRA

Pular para o conteúdo